Vexame duplo

Publicado em 16/02/2017

O dia 15 de fevereiro de 2017 não foi nada bom para os dois maiores clubes cearenses.

Pois Ceará e Fortaleza voltaram a decepcionar os seus torcedores.

Ambos foram eliminados na primeira fase da Copa do Brasil, para times pequenos.

E ambos perderam os seus treinadores após os resultados negativos.

O Ceará foi até o Rio de Janeiro para enfrentar o Boa Vista e precisava só de um empate para avançar.

Mas no apagar das luzes, em um pênalti duvidoso, o Vovô sofreu o gol da derrota.

A lei do ex mais uma vez pegou o time alvinegro, que viu Nicácio fazer o gol da classificação do Boa Vista.

No desembarque na capital cearense após a derrota, tumulto no aeroporto.

Um grupo de “torcedores” ameaçou o técnico Gilmar Dal Pozzo, que acabou acertando sua saída do clube.

O Fortaleza teve mais ou menos o mesmo panorama do rival.

O Leão foi até o Pará para enfrentar o São Raimundo e também se deu mal.

Até saiu na frente, mas caiu de produção e permitiu a virada da equipe da casa.

Hemerson Maria, que já estava muito pressionado no clube, acabou perdendo o cargo.

Agora, Ceará e Fortaleza terão a missão de se reerguer logo no início da temporada.

Após um começo de ano um pouco frustrante, a ordem é arrumar a casa.

Ou melhor, as casas.

Nos últimos anos, Ceará e Fortaleza deram alegrias no começo da temporada e tristeza no fim dela.

Que nesse ano seja exatamente o oposto, para o bem do futebol cearense.

LEIA MAIS:

COMPARTILHE:


COMENTE: