Um baita clássico-rei

Publicado em 05/03/2018

Arthur evitou a derrota alvinegra, com gol aos 46 do segundo tempo (Foto: Cearasc.com)

Fortaleza e Ceará empataram no segundo clássico-rei de 2018.

Um 1 a 1 emocionante foi visto de perto por quase 30 mil torcedores no Castelão.

O resultado frustrou tricolores e alegrou alvinegros após o apito final.

Isso por causa das circunstâncias da partida.

Afinal, o gol de empate do Ceará saiu aos 46 minutos do segundo tempo.

Tivemos um grande espetáculo na Arena Castelão, jogo digno de clássico-rei.

As duas equipes apresentaram um bom futebol e criaram muitas chances de gol.

Não é à toa que Everson e Marcelo Boeck foram destaque com grandes defesas.

O duelo entre Marcelo Chamusca e Rogério Ceni também foi empolgante.

Os treinadores traçaram interessantes estratégias e tiveram que modificá-las ao longo do jogo.

Chamusca chegou ao segundo jogo sem derrota para o maior rival (e seu ex-clube).

Já Rogério Ceni, viu a sua primeira vitória no clássico escapar no apagar das luzes.

Destaque positivo também para Gustavo e Artur, centroavantes que balançaram as redes.

O “Gustagol” fez jus ao apelido e anotou mais um gol no Estadual pelo Leão.

Artur mostrou faro de atacante e foi decisivo mais uma vez para o Vozão.

O destaque negativo do clássico, mais uma vez, ficou por conta dos baderneiros.

Que brigaram nas ruas e deixaram dois “torcedores” gravemente feridos.

Esperamos que esse não tenha sido o último clássico-rei de 2018.

Que Ceará e Fortaleza possam se reencontrar na fase mata-mata do estadual.

E que possamos ter o privilégio de ver grandes jogos como vimos nesse último domingo.

 

LEIA MAIS:

COMPARTILHE:


COMENTE: