Transpiração por debaixo das traves

Publicado em 31/03/2014

Luís Henrique

Não é de hoje que o torcedor do Fortaleza transpira de insegurança, quando olha pro gol.

Faz tempo que a escalação tricolor começa sem um ídolo.

O Ceará meteu 3 a 1 no Clássico-Rei e só um gol não gerou discussão.

O terceiro, de Magno Alves, não entrou na conta do goleiro Luís Henrique.

O arqueiro tricolor bateu roupa no primeiro gol.

E vacilou na saída do lance do segundo tento.

Falhou?

Para muitos, sim.

E feio.

A partir do empate sofrido o time se perdeu em campo.

Como recuperar a confiança?

Dá para readquirir o moral?

No jogo, não deu.

E no campeonato?

Foi-se a invencibilidade.

Foram-se os sonhos de quebrar um recorde e abrir mega vantagem na tabela.

Veio a primeira derrota e ninguém sabe como o Fortaleza vai reagir.

 .

LEIA MAIS:

COMPARTILHE:


COMENTE: