Tentando arrumar a casa

Publicado em 03/05/2017

Diretoria do Fortaleza renunciou após fracassos nessa temporada

O começo de 2017 não tem sido nada bom para o Fortaleza.

O time tricolor amargou eliminações precoces nas três competições que disputou.

Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Campeonato Cearense.

Pior que isso, o futebol apresentado pelo time decepcionou e muito os seus torcedores.

A cobrança foi tanta que, nessa semana, várias mudanças já estão acontecendo no Pici.

Primeiro, a renúncia do Presidente Jorge Mota e dos vices Ênio Mourão e Evangelista Torquato.

Depois, a demissão do técnico Marquinhos Santos, que não rendeu o esperado.

Marcello Desidério assume a presidência do clube de forma interina.

E Paulo Bonamigo já foi anunciado e será o novo treinador tricolor.

Os objetivos já foram traçados e dessa vez não podem fracassar.

O primeiro deles é o mesmo dos últimos anos, o acesso para a Série B do Brasileiro.

Esse na verdade é mais que um objetivo, chega a ser uma obsessão.

E o segundo é o título da Fares Lopes, que levaria o Leão à Copa do Brasil de 2018.

O começo de ano do Fortaleza foi desastroso.

E continuar como estava não era, definitivamente, uma boa solução.

Agora é esperar para ver se as primeiras mudanças surtirão efeito.

LEIA MAIS:

COMPARTILHE:


COMENTE: