Se essa moda pega…

Publicado em 02/10/2014

torcida america

 

Na última quarta-feira, Flamengo e América-RN se enfrentaram pelas quartas-de-final da Copa do Brasil, na Arena Dunas, em Natal. Na partida, que terminou com a vitória do Flamengo por 1 a 0, um torcedor arremessou uma garrafa de plástico e o árbitro Heber Roberto Lopes relatou o ocorrido na súmula da partida.

E qual a novidade nisso? Em relação a atitude, nenhuma. Em relação a pessoa que arremessou o objeto, uma surpresa. O sujeito que estava na arquibancada era torcedor do ABC, rival do América-RN, e arremessou o objeto para prejudicar o rival na competição. O América-RN pode ser punido com a perda de até 10 mandos de campo.

O torcedor, identificado como Emanuel Victor Pinheiro de Lima, foi identificado pela polícia como membro de uma torcida organizada do ABC. Confira a citação do ocorrido na súmula da partida:

“Aos 26 minutos do primeiro tempo de jogo foi arremessada no campo de jogo uma garrafa plástica de água mineral (500 ml), advinda da torcida que se encontrava atrás do Assistente 01, setor sudoeste do estádio. Ao final da partida foi apresentado através da Policia Civil – Delegacia de Plantão Arena Dunas, o Boletim de Ocorrência n 001/2014, tendo como Comunicante o Sr Edmilson Americo N. Maranhao, e como Acusado o Sr Emanuel Victor Pinheiro de Lima, com seguinte Histórico: “Que no dia de Hoje estava de serviço no estádio Arena das Dunas, o qual trabalhava de segurança, e que no horário aproximado de 22h35min foi chamado pelo orientador para se dirigir ao setor sudeste do referido estádio a fim de conduzir um cidadão que havia jogado uma garrafa de água dentro de campo, que ao chegar ao local, localizou a pessoa posteriormente identificada como Emanuel, o qual foi informado ao comunicante que o mesmo era torcedor do time do ABC Futebol Clube e integrante da Gang Alvinegra, que nesse momento se dirigiu a pessoa de Emanuel e o conduziu a esta delegacia para que se fosse tomadas as providencias cabíveis”.

Que o STJD tenha sensibilidade de punir o infrator (e não o América-RN) e que atitudes como essas sejam identificadas e combatidas pelos torcedores de verdade.

COMPARTILHE:


COMENTE: