Preservar ou não, eis a questão!

Publicado em 28/09/2013

luiz-carlos martins

Cada treinador trabalha com uma convicção.

Alguns gostam de lançar atletas, apostar em novos talentos.

E na primeira oportunidade já colocam os meninos em campo.

Sem se preocupar em “queimar” a garotada.

Outros preferem os mais experientes.

Ou, o “tempo certo” pra testar um atleta.

E quando necessário se cercam de cuidados pra não “fritar” ninguém.

No Pici, o técnico Luiz Carlos Martins escancarou o seu perfil.

Fez mudanças no time que enfrenta o Luverdense.

E preservou João Carlos, goleiro que era titular.

Número 1 que virou a terceira opção, pelo menos.

Flávio será o titular e Fábio Lima, o reserva.

Fábio acabou de voltar do Tiradentes, que jogou a Série D.

Foi bem e vai no banco.

Flávio já foi titular por alguns jogos, mas, com Hélio dos Anjos.

Hoje, depois de algumas falhas e desconfianças, acabou.

Acabou a paciência do treinador que sacou João Carlos.

E nem sequer relacionou o jogador.

Um absurdo pra alguns, afinal é jogo decisivo.

Um acerto pra outros, já que Fabio Lima vive boa fase.

Flávio era mesmo o reserva imediato.

Assim, Luiz Carlos Martins preserva João.

E deixa longe do PV a pressão por uma mudança.

E a cobrança por um arqueiro mais seguro..

LEIA MAIS:

COMPARTILHE:


COMENTE: