Plantou, regou, amadureceu e colheu

Publicado em 30/04/2015

jogada

O título da Copa do Nordeste não chegou à toa para o Ceará.

Não foi sorte.

Nem mesmo oportunidade, coisa de momento.

Foi planejamento.

Perseverança.

Força física, tática e técnica.

O clube plantou a semente em 2013.

Chegou a semifinal e por pouco não foi à decisão.

Os Alvinegros regaram e amadureceram a conquista no ano passado.

Ficaram com o vice, diante do Sport.

E em 2015, hora da colheita.

Base mantida.

Erros passados assimilados.

E talentos individuais em grande fase e forma.

Até o levantar da taça da Copa do Nordeste.

O Ceará plantou, regou, amadureceu e colheu.

Fez uma linda festa no Castelão, com recorde de público.

E de quebra deu um bico na zica.

Um “chega pra lá” na síndrome do estádio cheio, em casa.

Onde os cearenses não vinham tendo êxito.

O Ceará triunfou.

E bonito.

 

COMPARTILHE:


COMENTE: