Mota e o Ceará nas últimas semanas

Publicado em 07/06/2014

Mota treino

Ele ficou sumido por muito tempo.

Por vezes, nem a família sabia por onde andava.

Pelo menos é o que alguns parentes próximos diziam.

Meses depois da despedida melancólica pelo Ceará, na derrota para o Joinville ano passado, Mota volta.

Reaparece dando entrevistas e disparando sentimentalismo.

Comovendo o torcedor alvinegro com seu amor pelo clube.

Mota quer voltar a jogar no Ceará.

E deixou no colo do presidente Evandro Leitão, a responsabilidade do “sim”.

Evandro, político, e gozando do direito de esnobar por conta da ótima campanha na série B, mandou:

“Se o Sérgio Soares quiser, Mota está contratado”.

Ou seja, jogou a batata quente na mão do treinador.

Sérgio é inteligente e indagado a respeito adiou uma decisão, também respaldado pelo brilho da atual campanha.

Todo esse desenrolar dos fatos se deu nas últimas semanas.

Mota segue fora do Vozão.

Mas aparecendo na mídia.

Evandro e Sérgio estão de férias.

E o que ninguém ainda viu foi um não.

Uma reprovação pública ao nome do ex-camisa 9 alvinegro.

Um ídolo que soube usar a imagem e a mídia para lançar a ideia da volta aos gramados.

Mas não deu sorte, porque a liderança do time freia a comoção coletiva.

E esfria o coro de “volta Mota”, que seria ensurdecedor se a equipe estivesse mal.

 

 

COMPARTILHE:


COMENTE: