Gol e cãibra de ouro

Publicado em 12/05/2014

Cãibra

Gol nos acréscimos sempre é mais comemorado.

Vale a mesma coisa que o gol marcado no primeiro minuto.

Mas, tem uma carga emocional muito maior.

E o gol contra de Ian, do Paraná, aos 46 do segundo tempo foi um presente.

Um presentão ao Ceará que não jogou tudo o que sabe no Castelão.

Diante de um Paraná Clube organizado e frio, o Vozão sofreu.

E acabou vencendo num momento crucial da partida.

Bem na hora em que um zagueiro paranista estava fora de campo com cãibra,

Gil cruzou e Magno Alves se esticou, mas foi Iam quem cabeceou e fez.

Um prêmio para quem não foi melhor em campo a maior parte do tempo.

LEIA MAIS:

COMPARTILHE:


COMENTE: