Crônica: Parodiando Viva Meu Padim

Publicado em 10/11/2012

“Olha lá, no alto do Horto. Ele está vivo Padre não tá morto”.

Viva meu Padim! A música do centenário Luiz Gonzaga,

pode ser a trilha sonora do acesso do Icasa.

E desta crônica também.

Não, não vamos creditar o acesso do Icasa às intervenções de Padre Cícero.

Apesar das bolas na trave, do gol adversário anulado…

Pouco menos de 1 ano depois e o Verdão voltou pra série B.

Tarcísio Pugliese, técnico que montou o time, chegou falando grosso:

“Esse grupo é bom e nós temos condição de subir”.

Ele sabia o que dizia. Mas não, onde pisava.

Saiu para que os jogadores recebessem salários atrasados.

Vieram outros técnicos. E derrotas.

Se ensaiou a volta de Pugliese depois.

Mas, Francisco Diá foi apresentado.

Prometeu trabalhar forte.

E alguns disseram: “xiii, esse tá lascado!”.

É que o Verdão vinha de oito jogos sem vencer.

Habitava a zona de rebaixamento.

Mas o ‘homi’, ah o ‘homi’ estava impossível.

O Icasa embalou, classificou e conquistou o acesso.

Calou quem duvidava que na série C, o time parodiava a canção do Gonzagão:

pode olhar lá, no alto do Horto, porque assim como Padim,

o Icasa está vivo, ele não tá morto..

LEIA MAIS:

COMPARTILHE:


COMENTE: