500 mil para a Chapecoense

Publicado em 23/11/2013

Saco dinheiro

No Romeirão o Icasa perdeu o quinto jogo como mandante nesta Série B do Brasileiro.

Mas, desta vez foi diferente.

O adversário não lutava por mais nada.

Ou quase isso.

A Chapecoense, vice-campeã da segundona, entrou em campo pra ganhar.

Não fez uma brilhante partida, como aliás não tem feito nos últimos tempos.

Só que engrossou pra cima do Verdão do Cariri.

Assim como tem feito em toda a competição.

São dois meses sem perder.

E em Juazeiro do Norte os catarinenses ganharam por dois a um.

E levaram os três pontos e um algo mais pra casa.

Ouvi duas fontes no estádio que têm histórias bem diferentes.

Apesar das duas envolverem oferta em dinheiro.

A primeira dá conta de que os jogadores da Chape teriam ficado indignados.

Revoltados mesmo com uma proposta do Icasa.

Quinhentos mil reais para eles abrirem a guarda.

E facilitarem a vitória do time da casa.

A diretoria do Icasa nega essa versão.

A segunda história é que a Chapecoense recebeu outra proposta.

Desta vez, sem indignação e nem revolta.

Uma mala branca que veio de uma cidade próxima a Chapecó, em Santa Catarina.

O valor?

Também 500 mil reais.

O que ajudaria o Natal dos jogadores.

Um deles até já tinha destino certo pra grana:

“vou pagar o meu carro”, teria dito um atleta.

No futebol tem muita gente séria, fato.

Mas também, é cheio daqueles que colocam os próprios interesses como titular.

Pra quem acredita na lisura e retidão desse esporte, Papai Noel existe, tá?

 

 .

LEIA MAIS:

COMPARTILHE:


COMENTE: